sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

- Alô?
- Oi Nê..
- Aconteceu alguma coisa?
- Eu reprovei no PAS
(..)
Angustiante acordar com sua amiga mais cute, chorando por ter reprovado numa prova. Aí tu vai ver, e adivinha? Você reprovou também. Nunca imaginei e nem esperei fazer UEM.. Nunca levei muito a sério esse tal 'Processo Seletivo', mas é difícil ver seu nomezinho, seguido de dois risquinhos -- REPROVADA. Os conselhos que eu martelava no telefone eram clichês, Vestibular é assim mesmo, Eu não levei á sério, O psicológico também influência, Nós ainda temos tempo. PORRA, o que é uma prova consegue fazer com todo o emocional de uma pessoa? Porque, Deus, meu subconsciente é tão orgulhoso? Eu não tenho que passar em tudo. Eu não tenho que justificar os meus erros tagarelando que eu tirei 82 na redação, mas por zerar em uma matéria, apareceram os dois risquinhos. E porque dois risquinhos? Deviam colocar lá "Tente outra vez". Se eu devia ter "levado á sério'' esse ano? NÃO. Agora, que eu estou pensando seriamente em estudar de verdade, eu estou praticamente pirando de tanta pressão. NÃO mesmo eu queria ter adiantado essa fase da minha vida. Pois bem Anne. Você fez suas escolhas e teve seus resultados. Como dizem "Nada vem fácil nessa vida". Orgulho deixado de lado. Reprovação merecida. E fim. Nem queria fazer UEM mesmo. Ops. Menina má.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll

Archive