terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Eu sei que eu não sou perfeita. Sou uma garotinha boba, cheia de mimos e orgulhos. Eu sei muito bem de todos os meus defeitos. Eu quero fingir que sou perfeita pra poder parecer um pouquinho contigo. E não porque você é perfeito. Já passei da época de acreditar em gente perfeita. Gente perfeita não é gente. Porque não tem, ora essa. Tento parecer perfeita porque você merece algo muito mais bonito e puro do que o normal. Tenho me acostumado a rir muito mais de mim mesma porque você me acha engraçada e a sair mais enfeitada porque mesmo sabendo que não, tenho a impressão de que você me vê andando por aí, escutando sempre as mesmas músicas, no mesmo horário de sempre, mudando apenas os caminhos. Tenho me acostumado às mensagens ao longo do dia, aos seus mimos, a você sendo meu ouvinte passivo e sempre tão assertivo nas suas opiniões. Gosto dos seus cuidados e do respeito que você tem pelo meu lado mais maduro. Mas eu sei que você adora minhas molecagens .. Gosto tanto da beleza que você me deu! Gosto do seu olhar atencioso e da sua maneira prática de me ajudar respeitando afetuosamente o meu tempo de resolver as coisas. Desculpa esses meus errinhos ortográficos e rotineiros. Tenho aprendido a rasgar garganta a baixo esse meu orgulho. Tá chovendo um bocado lá fora, e eu fico lembrando da sua maneira de pronunciar "Minha preta" "Minha neguinha".. Porque o escorrer da água torna tudo mais sinfônico, como a tua voz mansinha, repetindo e calando. Poupando as palavras chulas, meu amor, você me dá sorte na vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll

Archive